Nosso Conselho

Beatriz Martins Carneiro

Secretária Executiva da Rede Brasil do Pacto Global da ONU.  É advogada, com mestrado em Direito Comparado pela University of Florida, nos Estados Unidos, e em Direito Ambiental pela Université Panthéon Sorbonne, na França.  Com 15 anos de experiência na área ambiental e sustentabilidade, atuou em escritórios de advocacia de grande porte, governo federal e organizações do terceiro setor.  Nos últimos quatro anos, trabalhou como Coordenadora Geral de Análise da Competitividade e Desenvolvimento Sustentável no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).  Entre outras funções, foi Diretora Executiva no Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), trabalhou no Departamento de Apoio ao Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e como Coordenadora Jurídica do WWF-Brasil.

 

Délcio Rodrigues

Físico, ambientalista e empresário, líder do Brasil da rede de comunicação internacional em mudanças climáticas Global Strategic Communication Council.  Foi diretor executivo do Instituto Ekos Brasil, consultor do Ibope Ambiental, assessor especial da Secretaria Executiva do Ministério do Meio Ambiente, Global Team Leader do Greenpeace Internacional, Diretor de Campanhas do Greenpeace Brasil, Coordenador do Instituto Akatu pelo Consumo Responsável, Analista de Planejamento Energético e Relações com Meio Ambiente da Jaakko Poyre e CESP, além de pesquisador do Instituto de Física da Universidade de São Paulo.

Fernando Jacob Netto

Mestre em processo civil pela Universidade de São Paulo – USP (2013).  Especialista em Direito Ambiental pela ESA (2009).  Pós-graduado em processo civil pela PUC-SP (2008).  Graduado pela Universidade Paulista (2004).  Sócio do escritório Melo e Jacob Netto Sociedade de Advogados.  Inscrito na OAB-SP sob o número 237.818.

Maria Cecilia Wey de Brito

Engenheira Agrônoma. Atuou na Secretaria do Meio Ambiente do ESP, de onde participou desde a criação, foi gestora do Núcleo Picinguada do Parque Estadual da Serra do Mar e trabalhou nas equipes técnicas dos Parques PETAR e Jacupiranga, e Estação Ecológica de Jureia-Itatins, dentre outros. Foi Diretora Geral do Instituto Florestal e Diretora Executiva da Fundação Florestal onde efetivou a criação do SIEFLOR (2006), hoje em vigor. Coordenou o Programa Estadual para a Conservação da Biodiversidade – PROBIO-SP (1995) e o Programa de Proteção da Mata Atlântica (PPMA), cooperação Brasil-Alemanha (KfW). Também no governo do estado de São Paulo, fez parte da Coordenação do Programa BIOTA da FAPESP. No governo federal foi Secretária Nacional de Biodiversidade e Florestas no Ministério do Meio Ambiente, no período entre 1997 a 2010.

Em ONGs teve como suas responsabilidades: a Coordenação da Aliança para a Conservação da Mata Atlântica (1997) – Fundação SOS Mata Atlântica e Conservação Internacional e foi Secretária Geral (CEO) do WWF-Br entre 2011 a 2015.

Pedro Develey

Biólogo, formado pela Universidade de São Paulo (USP), onde também concluiu sua tese de Mestrado e Doutorado com enfoque na ecologia das aves.  Atualmente é Diretor Executivo da SAVE Brasil.  Também atuou como consultor, especializado em diagnósticos da avifauna em diferentes biomas brasileiros.  Autor do Guia de Campo: Aves da Grande São Paulo e um dos organizadores dos livros Áreas Importantes para a Conservação das Aves no Brasil – Parte 1: Estados do Domínio da Mata Atlântica e Áreas Importantes para a Conservação das Aves no Brasil – Parte 2: Amazônia, Cerrado e Pantanal, tem inúmeros trabalhos científicos e de divulgação publicados em revistas nacionais e internacionais, além de capítulos de livros com foco principal na ecologia das aves e sua conservação.  Desde janeiro de 2016 é o Presidente da Sociedade Brasileira de Ornitologia – SBO.